Projeto realizado em parceria com a UEPA cria materiais educativos para o público jovem sobre a COVID-19 e doenças em evidência

  • Projeto realizado em parceria com a UEPA cria materiais educativos para o público jovem sobre a COVID-19 e doenças em evidência

    Projeto realizado em parceria com a UEPA cria materiais educativos para o público jovem sobre a COVID-19 e doenças em evidência

    Com objetivo de realizar “atividades integradas em saúde” e contribuir com ações educativas para o fortalecimento da vigilância e prevenção de doenças, o Instituto Evandro Chagas em parceria com a Universidade do Estado do Pará (UEPA), está desenvolvendo o projeto “Mídias Educacionais para a Saúde na Amazônia”, com foco na prevenção da COVID-19 e de doenças negligenciadas impactadas pela pandemia do vírus SARS-CoV-2 nessa região.

     

    O projeto iniciado em 2020 é fruto da disciplina Parasitologia Clínica, ministrada na UEPA, em que os discentes desenvolveram vídeos e impressos sobre a COVID-19 e doenças negligenciadas no contexto da população que vive no arquipélago do Marajó.

     

    A pesquisadora do IEC, Lourdes Maria Garcez, que também é professora da disciplina na UEPA, explica a dinâmica para a realização das atividades.

     

    “Os estudantes foram divididos em quatro grupos e cada grupo ficou responsável por elaborar duas mídias educacionais, sendo uma delas obrigatoriamente sobre o tema COVID-19 e a outra sobre uma enfermidade endêmica no arquipélago do Marajó. O público alvo são crianças alfabetizadas do ensino fundamental e comunidades rurais do Marajó. O arquipélago do Marajó é composto por 16 municípios, dos quais 8 possuem baixos índices de desenvolvimento humano. As mídias educacionais elaboradas pelos alunos comunicam de forma lúdica como prevenir e lidar com a suspeita dessas doenças e, ao mesmo tempo, instiga o público-alvo à busca do conhecimento científico.”

     

    Durante o projeto, os discentes tiveram a oportunidade de exercitar a criatividade, e como resultado criaram histórias em quadrinhos, folhetos, curtas de animação, e até mesmo uma música que contempla os temas abordados, com a melodia elaborada pelo experiente violonista e compositor Paulinho Moura, que tem a sua vida dedicada à música.

     

    Lourdes Garcez ressalta que o material já foi apresentado à Diretoria de Endemias da Secretaria de Saúde Pública do estado do Pará (SESPA) e esclarece os próximos passos:

     

    “Essa primeira etapa de divulgação tem por objetivo avaliar a receptividade da sociedade em geral às mídias educacionais produzidas, antes de utilizá-las no Marajó. Pretende-se fazer o primeiro uso das mídias educacionais no Município de Portel, após aprovação da Secretaria de Saúde do município, uma vez que o IEC se organiza para iniciar um Projeto de desenvolvimento sustentável e de pesquisa científica voltada à solução dos problemas locais no arquipélago do Marajó, com protótipo em Portel.”

     

    Confira abaixo os vídeos produzidos pelos alunos da disciplina “Parasitologia Clínica”.

     

     

     

Instituto Evandro Chagas
Envie uma mensagem para nossa equipe de comunicação e ajudaremos como possível. Nosso prazo de atendimento é de até 10 dias úteis.

    Seu nome completo*

    Seu e-mail*

    Telefone

    Estado*

    Município*

    Assunto*

    Sua mensagem